domingo, 18 de novembro de 2012

Despedindo-se da Terra


Instituto de difusão Espírita
4ª edição- setembro/2007

Médium:André Luiz Ruiz
Espírito: Lucius


Este livro me surpreendeu, pois o baixei da Internet sem pretensão de estar diante de uma obra daquelas marcantes. Gradualmente a medida que ia lendo este romance, com direito a suspense e desfechos inesperados, me dei conta de estar diante de uma obra que explicava muito bem como funcionam os mecanismos da afetividade e sexualidade humanas e seus desequilíbrios. O livro de uma maneira simples, trata destas questões com grande sabedoria esclarecendo aqueles que leem. No livro fica claro como esta em nossas mãos o nosso destino e o quanto nossas escolhas podem definir nosso caminho como o caminho do sofrimento ou o da Paz. Além disso, deixa claro como atitudes que podem nos parecer menos importantes podem gerar consequências graves, se não estivermos nos guiando pelo respeito ao próximo e a nós mesmos.

sábado, 17 de julho de 2010

Discos Voadores da Utopia a Realidade (Artur Berlet)

Editora: Portinho Cavalcante RJ
Ano: 1967
Genêro: Narrativa

Bem, antes de tudo devo dizer que eu sou destas pessoas que acreditam em discos voadores, vida inteligente em outros planetas etc... Este foi o motivo que me levou a ler este livro. Alias, foi bem difícil encontrá-lo, pois foram editados no Brasil apenas uns 3.000 exemplares, e na Alemanha uns 10,000.

Segundo o Autor, ele teria sido abduzido por extra-terrestres no ano de 1958, ficando em poder dos mesmos por 11 dias, sendo depois devolvido ao exato local de onde havia sido levado. No início dos anos 60 o caso teve uma boa repercução e gerou muita controvérsia.

Pontos a Favor da veracidade do caso:

 - Artur Berlet era um homem muito simples, segundo dizem, era o tratorista da prefeitura de Sarandi no Rio Grande do Sul;
 - Descreve os extra-terrestres como humanos muito parecido conosco. Isso esta alinhado com as fontes que eu, particularmente, mais confio e, esta em desalinho com os famosos monstrinhos verdes, creio eu, mais comuns naquela época;
- O Nivel de detalhe com que cada situação ou ambiente é descrito faz pensar que ele deveria ser um gênio ou realmente passou pela experiência;
 - Segundo amigos e familiares ele realmente ficou 11 dias desaparecido naquela época.
 - Ele descreve a terra em 1958 como azul e demais detalhes hoje conhecidos, entretanto, em 58 isso ainda não havia sido constatado.

Pontos que me geraram desconfiança:

 - Em 1958 nada do que é descrito por Berlet era de domínio publico, muitas coisas que hoje encontramos na Internet com fartura eram completamente inéditas naquela época, porém, o livro foi editado em 1967, 9 anos depois. Em 1967 algumas das informações, como por exemplo, a cor azulada da terra ao ser vista do espaço, ja eram conhecidas;
 - Artur apresenta uma descrição da sociedade do planeta Acart, que mais parece uma versão da época para o socialismo, por isso, pode gerar a desconfiança de que, talvez, o autor estivesse na verdade passando sua visão de regime socio-político, usando como pano de fundo uma viagen interplanetária;
 - Ele declara que o principal problema dos Acartianos era a superpopulação. É dificil para mim acreditar que uma civilização com uma sociedade e uma tecnologia tão evoluídas não conhecesse as técnicas anti-conceptivas;
 - Informou que os Acartianos, não violentos, porém necessitados de resolverem seu problema de super população, contavam transferir parte de sua população para o planeta Terra após uma guerra nuclear de proporções Globais, que na ocasião eles estavam convencidos de que ocorreria na Terra. Isso confesso me soou meio fantasioso. Mas trata-se de minha opnião pessoal apenas.

Se quiserem uma dica, eu achei o livro através do Sebo Digital - http://www.estantevirtual.com.br/

Abraço.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O Vôo da Esperança - Woyne Figner Sacchetin (psicografia) - Alberto Santos Dumont (espírito)

Editora: Lachatre
Ano: 2009
Gênero: Espírita

Pois é, este na minha opinião é polêmico!

Quem me conhece sabe que sou espírita, conheço, estudo e sei que a mediunidade é uma realidade. A maioria dos livros aqui descritos são obras mediúnicas, através das quais espíritos escrevem, usando para isso a influência sobre a sensibilidade dos médiuns. Porém, ser espírita não quer dizer acreditar em tudo. Não se pode garantir que toda a obra mediúnica seja verdadeira, cada caso deve ser avaliado individualmente.

A introdução acima é apenas para dizer que este livro tem uma proposta bastante ousada e deve ser encarada com cuidado. Devo dizer apenas que o livro é muito bom, muito emocionante e a história contada esta de acordo com a codificação kardecista. O médium é novo para mim, portanto, preciso conhecê-lo melhor. Poderia dar minha opinião, mas acho que faz parte deste livro deixar o leitor avaliar se o livro é valido ou não.

Trata-se da história de 2 homens desde a época de cristo, em uma trajetória fantástica de experiências, através de sucessivas reencarnações. Esta seria a história (fica implícito) dos pilotos do vôo da TAM que terminou tragicamente em Congonhas/2007. Uma ótima aula de como o espírito reencontra seu equilíbrio e salda seus débitos ao longo de sua trajetória, reencontrando a Paz e crescendo.

(se vai render algum processo contra o autor ainda não sei, mas RECOMENDO a leitura)

domingo, 27 de junho de 2010

Encontros com a verdade - Elisa Masselli

Editora: Mensagem de Luz
Ano: 2007
Gênero: Espírita

Esta é a história de Marina, o livro já inicia com Marina no plano espiritual consciente de seu estado de desencarnada, porém, como o livro vai mostrar, ainda havia muitas coisas para compreender e amadurecer. Marina desencarnou ainda Jovem deixando duas filhas.

Somos levados pela narrativa leve e agradável da autora, o livro não cansa, realmente é uma leitura prazerosa com direito a desfechos inesperados e muita informação. Quando li este livro estava numa daquelas fases de desânimo e o livro soube como me animar. Talvez pelo jeito de Marina que parece uma criança curiosa, fazendo com que cada página traga novas informações, nos mantendo presos a sua história.

Boa Leitura!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Francisco de Assis - João Nunes maia (psicografia) - Miramez (espírito)

Editora: Fonte Viva
Ano: 2002 (17 edição)
Gênero: Espírita

Este livro conta a história de Francisco de Assis, um personagem que dispensa maiores apresentações. Este como a maioria dos livros espíritas que se propõe a biografar um personagem marcante da história do mundo, tem a vantagem de nos passar uma visão muito mais detalhada e real, desvinculada das imagens "artificiais," fruto, muitas vezes, de questões religiosas e políticas. As informações são passadas com base no acesso a informação direto da fonte, ou seja, os arquivos que a natureza guarda de tudo que ocorre no Universo.

Vamos conhecer um Francisco de Assis que vai muito além do que você pode imaginar, um ser humano fantástico e um espírito extremamente iluminado, vamos percorrer com ele os caminhos de uma época que marcou o mundo pela dor e sofrimento, porém, caminhando lado a lado com o "poverello"  vamos descobrir uma beleza que se esconde atrás do aparente caos.

Eu honestamente me emocionei diversas vezes e acho que você vai se emocionar também.

Precisam ver como é bacana a narrativa do momento em que Francisco conhece Clara. As mulheres, sem duvida, vão deixar correr uma lagrima, mas nós homens podemos fingir um cisco no olho, por que não?

(em um "cantinho" de um dos capitulos encontrei o que parece ser uma referência a um encontro com seres extra-terrestres. Longe de ser o foco principal do livro, eu confesso que mesmo assim gostei muito deste detalhe)

riicomendo

Ícaro Redimido - Gilson Freire (psicografia) - Adamastor (espírito)

Editora: INEDE
Ano: 2005
Gênero: Espírita

Neste livro, pela psicografia de Gilson Freire, o espírito Adamastor nos conta a história de como ajudou no tratamento de Alberto, um espirito suicida que foi encontrado no umbral e recolhido para tratamento. Ao desenrolar da busca de Alberto pelo seu reequilibrio, apoiado pelo seu terapeuta Adamastor, nos deparamos com uma verdadeira aula sobre a degeneração do espirito e sua recuperação, tratando de suícidio, depressão e ovoides.

A narrativa é focada no tratamento de Alberto e, nas pesquisas de suas reminicencias encontramos uma história cheia de emoções contada com muito talento, mexendo com nossas emoções. É uma aventura muito rica.

Como um adicional, descobrimos que o nosso Alberto é Santos Dumont o pai aviação e vamos percorrer suas história junto com ele, desde encarnações anteriores até a sua plena recuperação já no plano espiritual.

Confesso que hoje me sinto muito mais "intimo" deste ilustre Brasileiro e o entendo bem melhor.

Recomendo!

Tabernáculo Eterno - Gilson-Freire (psicografia) - Adamastor (espírito)

Editora: INEDE
Ano: 2007
Gênero: Espírita

Neste livro, seu autor, o espirito Adamastor trata da sua própria trajetória evolutiva. O que marca neste livro é o modo como é narrado nos contagiando com a emoção e a beleza das palavras e, por outro lado, o fato de tudo se passar durante uma excursão deste espírito e seu mentor, em o que eles chamaram de "Emancipação Perispiritual".

O intrigante é que o autor, já desencarnado, nos descreve em detalhes algo que normalmente é mencionado de forma superficial, trata-se da emancipação espiritual de um desencarnado durante o sono, tal fato é conhecido dos espíritas quando se trata da emancipação espiritual do encarnado (durante o sono). André Luiz (por Chico Xavier) nos descreve uma situação semelhante em um dos livros da série "A vida no mundo espiritual", onde André Luiz, já desencarnado, nos conta de um "sonho" onde teria conhecido um lugar muito diferente do plano ao qual estava habituado, onde veio a encontrar com sua mãe, espírito em condições evolutivas mais avançadas que as do André Luiz.

O que vale mesmo é a emoção que sentimos nas vivências de Adamastor, orientado por seu mentor, que o acompanha nesta viagen onde mergulha em seu passado, no melhor estilo cinema 3D.  O livro nos mostra como vamos conseguir montar as peças do quebra-cabeças da nossa história quando tivermos alcançado o progresso necessário, comprendeendo a nossa jornada e atingindo a tão almejada paz de espírito.

Este livro é uma espécie de continuação de outro, dos mesmos autores (médium e espírito), chamado Ícaro Redimido, que comentarei a seguir, porém, não é imprescindível ler o primeiro para nos emocionarmos e aprendermos algumas coisas novas com o "Tabernáculo Eterno".

Vale lembrar que alguns conhecimentos passados pelo autor, são um pouco mais avançados do que normalmente encontramos em livros deste gênero, realmente recomendo.

(OBS: André Luiz é o Personagem principal da Obra "Nosso Lar" de Chico Xavier, adaptada para o cinema e estréia em 03 de Setembro de 2010)